No dia 26 de novembro, acadêmicos, docentes e colaboradores da Funorte estiveram em Janaúba realizando o Vestibular “Tudo pela Educação” e ação saúde. “Estas ações trazem para dentro da escola e para a comunidade, a realidade do ambiente universitário”, é o que conta o diretor da Escola Estadual José do Gorutuba, Clenio dos Santos. Ele afirma ainda que muitos alunos do terceiro ano do ensino médio até então não escolheram seus cursos. “Neste caso, eles chegam com dúvidas e estas ações que fazemos todos os anos trazem para eles os cursos oferecidos pela instituição”, completa.

Acadêmicos do curso de Geografia da Faculdade Promove de Janaúba levaram para a ação uma representação da plataforma de petróleo e jogos geográficos para caracterizar o curso. Além da exposição física, a acadêmica, Iraide Jordana, diz que eles desmistificaram ideologias da profissão. “A área de Geografia é muito ampla. Não é somente mapa. Geografia também é meio ambiente, cartografia, sociologia, economia, política, entre outros”, afirma.

O Norte de Minas é conhecido por ser uma região rica em solo apropriado para plantio. Como exemplo, há a região Mata da Jaíba, que teve o solo potencializado para a agricultura irrigada. Foi então que surgiu o Projeto Jaíba, que teve sua implementação na década de 1950. O Projeto pode produzir frutas, hortaliças e grãos.

Entretanto, a região do Jaíba vai além do projeto. Ela possui um clima, solo e processo produtivo que permite a produção de frutas com padrão único de qualidade.  O professor de Agronegócio Arlen Figueiredo e seus alunos explicaram para a população o processo de produção do alimento que chega até a casa do consumidor. “Primeiro é feito a análise do solo para saber o uso e a dosagem adequada do fertilizante. Depois, o uso de químicos e agroquímicos, de maneira correta. Para aplicar os químicos e agroquímicos, o profissional precisa portar-se de equipamentos de proteção individuais (EPI). O importante é que não haja contaminação da pessoa que está aplicando o produto, tampouco a contaminação ambiental. O aplicador também precisa atentar-se aos resíduos, para que não sobrem nos alimentos e não vão para a mesa da população”, afirma. Ele ainda diz que todos os alimentos que passaram por esse processo recebem o código de barras, QR Code. Com esse selo o consumidor pode conferir como foi o processo produtivo do seu alimento.

Para ajudar na hora da prova, o curso de Gastronomia ofereceu aos estudantes água saborizada feita com canela em pau, gengibre e hortelã. Esta fórmula teve efeito para a vestibulanda Kauane Freitas. “A prova estava fácil. Eu me preparei durante todo o ensino médio”, disse. O curso escolhido por Kauane foi Jornalismo. Ela afirma ser uma área que melhor se adaptará.

Já no domingo, 27, a Funorte e Faculdade Ceiva se juntaram para promover ação saúde e o vestibular Tudo pela Educação, mostrando o valor do ensino superior para jovens que buscam um futuro promissor e uma carreira de sucesso.

Diversos cursos participaram e ofereceram atendimentos de qualidade para a comunidade januarense, como prevenções, diagnósticos e orientações sobre a saúde e bem estar para uma melhor qualidade de vida.

Para Alyson Cunha, coordenador do vestibular na Faculdade Ceiva: “a ação visa agregar oportunidades para alunos da comunidade de Januária e mediações como Cônego Marinho, Bonito de Minas, Lontra, Pedra de Maria da Cruz, e outros, para ingressaram no ensino superior. A ação foi um sucesso principalmente com os atendimentos destinados as comunidades”. A diretora da Faculdade Ceiva, Denise Alkmim, diz que ela é a primeira diretora da instituição Ceiva, que atua desde 1996. “O primeiro curso, que ainda é o nosso carro chefe, é o de Pedagogia, que atualmente possui diversas opções”, fala.

Ela afirma estar satisfeita em ver os egressos se sobressaírem no mercado de trabalho. “Nós valorizamos a prata da casa, muitos professores da instituição são egressos”, relata a diretora feliz com os bons frutos e lisonjeada em trabalhar na rede Funorte e Fasi. Ela ainda afirma que vai comemorar as bordas de prata juntamente com a instituição.

Gabriele Santos

Geíssila Tatiely

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *